Lâmina de sangria do Gargalheiras baixa e atinge 11cm

10 de abril de 2024

O número de visitantes no açude Gargalheiras segue alto. Após um fim de semana de intensos congestionamentos devido à quantidade de pessoas que seguiu até o mirante da sangria do reservatório, o fluxo caiu na semana, mas a tendência é de crescimento a partir desta quarta-feira (10), com as proximidades dos festejos da emancipação política de Acari, que é no dia 11 de abril, e a proximidade do fim de semana. Além disso, a lâmina da sangria do reservatório caiu.

Se a lâmina de água sobre a parede do reservatório esteve próximo dos 25cm há cinco dias, na medição realizada às 8h apontou que o nível da água está apenas 11cm acima do limite do açude. Assim, caso não ocorram chuvas na região e em rios que deságuam no Gargalheiras, o “véu de noiva” pode deixar de existir nos próximos dias. A previsão, porém, é de chuvas para todo o estado nos próximos dias.

Boletim de chuvas

De acordo com o boletim pluviométrico da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn), das 7h da terça-feira (9) até às 7h desta quarta (10), o Estado teve chuvas de até 89mm. Esse quantitativo foi registrado na cidade de Olho d’Água dos Borges, no Oeste Potiguar.

Ainda na Região, a sequência do acumulado segue com Pendências (59mm), Grossos (39.6mm), Alto do Rodrigues (37.6mm) e Ipanguaçu (35mm). Já na região Leste, São Miguel do Gostoso teve o maior quantitativo para o período, com 45.8mm, seguido de Parnamirim (44mm), São Gonçalo do Amarante (33.4mm) e Ceará-Mirim (31.6mm). Na capital Natal foram registrados 27.7mm.

Na Região Central Potiguar, que abrange o Seridó, onde está o Gargalheiras, as chuvas mais intensas foram em Parelhas (84.6mm), Fernando Pedroza (65mm), Caiçara do Rio do Vento (58mm), Cerro Corá (53mm) e Timbaúba dos Batistas (50mm). O Agreste também recebeu chuvas, sendo os maiores quantitativos registados em Santa Cruz (44mm), João Câmara (35.5mm), Sítio Novo (25mm), Brejinho (22.6mm) e Lagoa dos Velhos (21mm).

Well Lab

Acesso ao Gargalheiras tem congestionamento de veículos neste sábado (6)

6 de abril de 2024

A sangria do Açude Gargalheiras em Acari tem atraído uma grande quantidade de visitantes neste sábado (6). Nesta manhã foi registrado um grande congestionamento de veículos ao longo da rua principal da cidade.

A cena revela o interesse e a empolgação dos moradores e turistas em testemunhar esse espetáculo da natureza.

Por orientação do Comando de Polícia Rodoviária Estadual (CPRE), o trânsito em Gargalheiras, desde hoje, já sofrerá restrições. Os veículos devem ficar estacionados no campo de futebol.

Ismael Medeiros

Restaurante Sertanejo

Prefeitura de Acari oferece transporte para público prioritário em Gargalheiras; entenda

5 de abril de 2024

Após implementado um bloqueio na RN 288, que dá acesso à parede do Gargalheiras, a Prefeitura do Acari anunciou um serviço que garante a acessibilidade a cidadãos de grupos prioritários até o sangradouro do reservatório.

O transporte vai atender idosos, gestantes e pessoas com deficiência física. O trajeto será do Bistrô até a parede do Gargalheiras.

O bloqueio implementado ocorre em parceria com a Polícia Rodoviária Estadual, permitindo apenas a passagem de veículos autorizados para serviços essenciais, devido ao intenso fluxo de pessoas na área.

Essa iniciativa visa garantir a mobilidade e segurança desses públicos durante a visita ao local.

QFome App

VÍDEO: Açude Gargalheiras com lâmina de 22 cm acima do sangradouro; veja espetáculo das águas

5 de abril de 2024
Reprodução: Redes Sociais

Que cena espetacular! Acari amanheceu com o presente em forma de aumento na sangria do Açude Gargalheiras nesta sexta-feira (5). O manancial amanheceu com uma lâmina de 22 centímetros e a tendência é que aumente nas próximas horas.

A informação da sangria foi dada às 8h pelo colega Vicente Cassiano, que vem acompanhando o avanço das águas nas réguas do manancial desde a sua primeira recarga.

Com isso, o “véu de noiva” formado pela descida das águas pelo vertedouro fica ainda mais nítido. Esse crescimento se deve a sangrias consideráveis de mananciais que desaguam no próprio Gargalheiras, como o Dourado e açudes de menor porte na cidade de Currais Novos.

Natal Ótica

URGENTE: Açude Gargalheiras, em Acari, coloca fim a uma espera de 13 anos e começa a sangrar

3 de abril de 2024
Foto: Simara Araújo/Sidys/Cedida

A espera acabou. Após 13 anos, o Açude Gargalheiras atingiu sua cota máxima nesta quarta-feira (3º). O manancial, que é o principal reservatório do município de Acari, transbordou a partir das 20h10. A informação foi confirmada pela Caern e pelo Igarn através de seus canais oficiais.

O Açude Marechal Dutra, nome oficial do Gargalheiras, tem capacidade de 44 milhões de metros cúbicos. O reservatório é considerado pelos potiguares, como a terceira maravilha do Rio Grande do Norte. E tem uma área de água represada de 800 hectares.

As águas seguem agora pelo Rio Acauã em busca da Barragem Passagem das Traíras, em Jardim do Seridó.

Sangria

A sangria foi construída por seguidos dias de recarga que tiveram início na segunda quinzena do mês de fevereiro, a partir do dia 16. As águas que chegavam ao Gargalheiras vinham de outros mananciais que iniciaram suas sangrias, compondo a paisagem do gigante que, dia após dia, apresentava crescimento em seu volume de água.

Contudo, foi na última semana que o improvável aconteceu. O manancial tomou recargas significativas que impulsionaram um grande avanço no volume do reservatório. Para se ter uma ideia, o Gargalheiras, que amanheceu o sábado com 35% de sua capacidade máxima, começou a segunda-feira, 48 horas depois, com 75% do seu total, uma recarga de 16 milhões de metros cúbicos no período.

A segunda-feira foi de chegada de mais águas no local, o que atraiu pessoas desde as primeiras horas do dia. Na terça-feira, a expectativa pela sangria aumentou, a aglomeração de pessoas foi destaque nacionalmente, com direito até a aniversário às margens do reservatório. A sangria que ocorreu nesta quarta fez o sertanejo se recordar de 2011, ano do último transbordo do manancial.

Sidy's Tv e Internet Mavera Menswear

FALTA POUCO! Gargalheiras amanhece dia faltando menos de 20 cm para sangria

3 de abril de 2024

Está cada vez mais próximo do gigante Gargalheiras transbordar. Segundo medição desta manhã, o manancial estava faltando 17 centímetros para transbordar.

A informação foi confirmada pela Caern e corresponde ao visto nas réguas do manancial. Segundo o verificado, a água estava na cota 60 da régua 298. Quando ela atingir a cota 77 da mesma régua, o açude terá atingido seu volume máximo e inicia a sangria.

A expectativa é gigantesca pelo evento, que não ocorre desde 2011, e o movimento no local não parou nem durante a madrugada.

Academia Noova

FOTOS: Multidão lota Gargalheiras nesta noite na espera pela sangria

2 de abril de 2024

Uma multidão foi até ao Açude Gargalheiras, em Acari, na noite desta terça-feira (2) para aguardar a sua sangria. O local foi visitado desde o início do dia e recebeu incremento, sobretudo, desde a chegada da noite. 

No local, barracas comercializam bebidas e comidas para os presentes. Artistas trouxeram instrumentos e é claro que eu alguns grupos estão confraternizando ao lado de caixas de som. 

O Gargalheiras aguarda a sangria, que não é registrada há 13 anos. Segundo a mais recente medição, o manancial faltava 26 centímetros para transbordar.

Wheyz

ATUALIZAÇÃO – 15h: Açude Gargalheiras falta 36cm para sangrar

2 de abril de 2024

Medição realizada às 15h desta terça-feira (2) dá conta de novo avanço no nível das águas do Açude Marechal Dutra, o Gargalheiras, em Acari. De acordo com a verificação, o manancial está com pouco mais de 93% de sua capacidade máxima, faltando 36 centímetros para transbordar.

O avanço foi de sete centímetros em relação à última medição, realizada às 12h.

Isaac Nutri Well Lab
RN Currais Novos