Com mais de 80% de capacidade, Açude Gargalheiras vive expectativa de sua 30ª sangria; veja histórico

1 de abril de 2024
Última sangria foi em 2011

Com mais de 80% de sua capacidade total, o Açude Gargalheiras vive a expectativa de registrar a 30ª sangria do manancial desde que foi construído, em 1958. A última delas foi em 2011, com treze anos de hiato sem que o principal reservatório acariense transbordasse desde então.

Uma pesquisa do acariense Nelder Medeiros, tornada pública pelo colega Jean Souza, no ano de 2016, mostra o apanhado geral das sangrias do manancial. Confira!

Confira retrospecto de sangrias do Açude Gargalheiras

1959 não houve
1960 primeira dia 23/03
1961 segunda dia 23/01
1962 não houve
1963 terceira 26/01
1964 quarta 12/02
1965 quinta 01/04
1966 sexta 13/04
1967 sétima 14/03
1968 oitava 12/03
1969 nona 06/04
1970 não houve
1971 não houve
1972 décima 18/04
1973 décima primeira 14/04
1974 décima segunda 29/04
1975 décima terceira 05/03
1976 décima quarta 06/03
1977 décima quinta 24/04
1978 décima sexta 18/03
1979 não houve
1980 não houve
1981 décima sétima 26/03
1982 não houve
1983 não houve
1984 não houve
1985 décima oitava 20/02
1986 décima nona 13/02
1987 vigésima 28/03
1988 não houve
1989 vigésima primeira 27/04
1990 não houve
1991 não houve
1992 vigésima segunda 02/02
1993 não houve
1994 não houve
1995 vigésima terceira 29/05
1996 vigésima quarta 26/04
1997 vigésima quinta 28/04
De 1998 à 2003 não houve
2004 vigésima sexta 16/02
De 2005 à 2007 não houve
2008 vigésima sétima 31/03
2009 vigésima oitava 11/04
2011 vigésima nona 19/05
2012 até os dias atuais não houve

Curiosidades

Maior sangria contínua foi entre fevereiro e junho de 1964
Maior lâmina de sangria de 23/05/1985 com. 2,80 (dois metros e oitenta)
Serviços da obra 29/10/58
Inauguração oficial 27/04/58.

Sidy's Tv e Internet
RN Currais Novos